Notícias

04/02/2015 - Definida estratégia para escoamento da safra no Sistema Anchieta/Imigrantes (SP)
Ação busca reduzir impactos provocados pelo aumento do tráfego de caminhões em direção ao Porto de Santos

Já está em vigor o Plano de Ação Integrada 2015 para a Baixada Santista, que visa minimizar os impactos no trânsito causado pelo aumento no tráfego de caminhões no Sistema Anchieta/Imigrantes. Este é o principal acesso da Região Metropolitana de São Paulo ao Porto de Santos, no período de escoamento da safra de grãos.

A estratégia foi definida pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária, prefeituras de Guarujá e Santos e Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo). Em 2014, o plano de gestão integrada resultou na redução em 54% dos congestionamentos no Sistema Anchieta-Imigrantes.

Conforme a Agência, o sucesso do Plano de Ação depende do sistema de agendamento da chegada de cargas ao Porto de Santos, realizada pela Codesp. O esquema evita o acúmulo de caminhões num mesmo período de tempo nas rodovias que dão acesso à Baixada Santista.

Além disso, estão em funcionamento quatro pontos de monitoramento de tráfego. A estratégia prevê, também, sinalização especial e desvios alternativos em caso de necessidade; intensificação da fiscalização para evitar bloqueios dos acostamentos e de faixas em pontos onde essas ocorrências são frequentes na Rodovia Cônego Domenico Rangoni (SP-055); monitoramento do acesso a Santos entre o km 64 e o km 63 da Via Anchieta com possibilidade de liberação pela Polícia Militar Rodoviária, em casos excepcionais, dos acostamentos para utilização de veículos com destino a Santos.

A Ecovias, concessionária responsável pelo Sistema Anchieta/Imigrantes, aciona o plano sempre que necessário e comunica os responsáveis para que as ações sejam postas em prática.

O governo federal prevê uma nova safra recorde de grãos, com mais de 200 milhões de toneladas produzidas. Isso representa crescimento de 5% na comparação com a safra anterior.

No dia 13 de janeiro deste ano, os Ministérios dos Transportes e da Agricultura e a Secretaria Especial de Portos apresentaram o plano de escoamento da safra 2014/2015.

Conforme os dados apresentados pelo governo federal, existe uma concentração das remessas para o exterior pelos portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR). Mas há crescimento na movimentação de grãos em Porto Velho (RO), Itacoatiara (AM), Miritituba (PA), Santarém (PA), Barcarena (PA) e São Luiz (MA).

No Porto de Santos, uma das novidades é a adoção de um sistema eletrônico de monitoramento da chegada da carga, que funciona em fase experimental. Desde o ano passado, já é feito o agendamento da chegada de cargas para os terminais do complexo portuário, o que ajudou a reduzir a formação de filas de caminhões na região de Santos.

Com a implantação do sistema, denominado Portolog, a Autoridade Portuária pode antecipar as informações sobre o volume de caminhões em direção ao Porto, facilitando a adoção de medidas para garantir fluidez da carga. Isso ocorre por meio de um equipamento que faz a leitura da placa dos veículos e envia informações sobre a carga e o destino do produto.

Moreflex Borrachas
Rod. RS 240, Km 06 - Cx. Postal 30 - Portão/RS - Brasil
Tel. (51) 3562-9500
     
Desenvolvimento INET Solutions - © Todos os direitos reservados - Moreflex Ltda - 2010