Notícias

31/05/2016 - Falta de atenção lidera causas de acidentes nas rodovias no feriado
Maior parte das 35 mortes registradas durante a folga prolongada nas rodovias que cortam Minas foi provocada pela falta de foco de motoristas ao volante e de pedestres ao atravessar as vias.

A falta de atenção ao volante e de pedestres ao atravessar as estradas foram as principais causas apontadas pelas polícias Rodoviária Federal (PRF) e Militar Rodoviária (PMRv) para os acidentes durante o feriado de Corpus Christi. Nos cinco dias de operação no recesso, 35 pessoas perderam a vida nas estradas que cortam Minas Gerais. O número se manteve praticamente estável em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 34 mortes. Porém, nas estradas estaduais - de responsabilidade do governo de Minas Gerais -, o aumento no número de óbitos foi de 31,25%. Em contrapartida, nas rodovias federais - geridas pela União -, houve queda de 22,22%.

As duas corporações iniciaram as operações à 0h de quarta-feira e as ações seguiram até as 23h59 de domingo. No período, elas registraram 442 acidentes, que resultaram, além das mortes, em 394 pessoas feridas. Os dados mostram que a violência foi maior nas estradas estaduais, que tiveram 249 ocorrências, com 201 feridos. Já nas rodovias federais, foram 204 acidentes com 195 pessoas feridas.

O inspetor Aristides Júnior, chefe do Núcleo de Comunicação da PRF em Minas Gerais, comemorou a diminuição no número de mortes. Mas fez um alerta em relação aos pedestres e motociclistas, que lideraram a estatística negativa. "Tivemos cinco mortes por atropelamentos e três de motociclistas durante a noite. A maioria em retas, quando os motoristas realizam ultrapassagens, algumas até proibidas, e pedestres se arriscam para atravessar", afirma. "Mesmo assim, agradecemos a contribuição dos condutores que atenderam aos nossos alertas e dicas de segurança", completou.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) também destacou a imperícia dos motoristas como principal causa dos acidentes nas estradas estaduais. Segundo a Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito (DMAT), a falta de atenção ao volante foi a responsável por 95 acidentes. Outros 29 foram causados por animais soltos na pista, 17 pelo fato de o motorista não manter distância de segurança em relação ao veículo que trafegava à sua frente, 13 por velocidade incompatível, e 13 por dirigir embriagado.

Um dos acidentes mais graves registrados no feriado ocorreu na BR-354, em Arcos, na Região Centro-Oeste de Minas Gerais, na madrugada de sábado. A batida entre um carro e um caminhão deixou quatro jovens mortos no km 465. Segundo o boletim de ocorrência, o caminhão seguia no sentido Arcos-Iguatama e teria como destino uma empresa da região. Ao fazer a conversão para a esquerda, o veículo de carga atingiu de frente o Gol, cujos ocupantes eram moradores de Arcos. As vítimas tinham idades entre 22 e 26 anos.

Os quatro ocupantes do carro, todos do sexo masculino, morreram na rodovia. O condutor do caminhão, de 23 anos, foi levado por outros motoristas até o Pronto-Atendimento Municipal (PAM) da cidade. Ele sofreu ferimentos leves.

OPERAÇÕES Desde o início do feriado, a PMRv fez uma série de ações de fiscalização em rodovias mineiras. Foram realizados 3.218 testes de etilômetro (bafômetro), que resultaram na prisão de 47 pessoas por embriaguez ao volante. No período, foram fiscalizados 52.113 veículos, sendo que 470 foram removidos. Foram recolhidas 260 Carteiras Nacional de Habilitação (CNHs) e autuados 711 motoristas inabilitados.

A velocidade incompatível nas rodovias também chamou atenção. Radares usados por policiais rodoviários federais flagraram 4.628 motoristas cometendo a infração no feriado. Outros 711 condutores foram multados por causa de ultrapassagens proibidas. A PRF realizou 5.370 testes de etilômetro, que autuou 56 pessoas. Outras oito foram presas.
 
Data: 31 de Maio de 2016
Fonte: O Estado de Minas 

Moreflex Borrachas
Rod. RS 240, Km 06 - Cx. Postal 30 - Portão/RS - Brasil
Tel. (51) 3562-9500
     
Desenvolvimento INET Solutions - © Todos os direitos reservados - Moreflex Ltda - 2010